Guia: Como contribuir em Open Source

Quer contribuir em open source e não sabe como e nem por onde começar? Esse pequeno guia pode te ajudar.

Índice

Introdução

Olá pessoal, primeiro de tudo, quero agradecer ao apoio que muita gente tem dado ao meu mais novo Curso de Git e Github na Vida Real e também falar que esse post é totalmente ligado ao curso, pois é uma dúvida que nesses últimos dias surgiu para caramba, muitos me perguntando como contribuir, o que fazer para achar algo, enfim, várias coisas, então resolvi escrever algumas coisinhas, espero que seja útil. Muita coisa eu estou pegando do guia de open source do Github e outras mais fontes, fica tranquilo que vou colocando link em tudo.

Enquanto escrevo vou ouvindo uma banda que tem dominado minhas playlists nos últimos dias, a banda se chama Naxatras e tem um som absurdamente bom, vai por mim! Eles são da Grécia e tem um som muito muito legal, com misturas de Blues, psicodelia e até umas pitadas de música árabe em algumas músicas. A música Space Tunnel começa com um baixo de arrepiar! Enfim, vamos ao guia e curta esse som!

O que é Open Source?

Muita gente acha que open source significa só o acesso ao código fonte de um projeto.

Mas Open Source não é só o acesso ao código, para que algo seja realmente considerado open source, precisa-se seguir alguns critérios, que são definidos na opensource.org, seguem alguns abaixo:

Livre redistribuição

A licença não deve restringir qualquer parte de vender ou distribuir o software e a licença não pode exigir taxas de royalties ou quaisquer outras taxas para vendas.

Trabalhos derivados

A licença deve permitir modificações e trabalhos derivados, e deve permitir a distribuição sob os mesmos termos da licença do software original.

Sem discriminação contra pessoas ou grupos

Exatamente, algo que muita gente pode não saber. Mas a licença não pode discriminar nenhuma pessoa ou grupo de pessoas.


Bom, apesar da maioria já ter uma ideia do que é Open Source, talvez algumas das coisas acima sejam novidade, aproveita e abra o link opensource.org e dá uma lida nos outros pontos. E com isso vamos a segunda pergunta mais comum.

Por que contribuir?

Contribuir com o open source pode ser recompensador! Uma maneira de aprender, ensinar e ter uma experiência talvez nunca imaginada. E algumas razões:

Melhorar seus conhecimentos

Se você é um programador, um designer, até mesmo um escritor, você sabe que a melhor forma de se aprender é na prática e quer melhor maneira de praticar em algo real?

Ensinar e aprender

A comunidade open source exatamente por ser tão aberta e livre, permite que exista essa troca. Muitas coisas você pode aprender com outros projetos e também pode retornar com o que souber =)

Criar uma boa imagem e ajudar na carreira

Pense no open source como seu grande portfólio. E se você tem projetos interessantes e que pessoas se interessam, isso pode atrair headhunters e outros devs a se espelhar em você. Mas lembre-se, você não precisa criar o "novo React". Qualquer contribuição é válida e sempre pode ajudar alguém que está começando, não tenha medo de contribuir, por mais que ache que "é algo bobo".

Como contribuir?

A primeira e mais importante regra é:

Existem várias formas de contribuir e fazer código é só UMA delas.

É muito comum o pessoal pensar que para contribuir em um projeto open source é possível só para gênios com QI absurdamente alto e consomem café para sobreviver. E bom pessoal, essa não é a verdade. Existe lugar no open source para todo mundo! Seja um sênior que já programa há 20 anos, seja você que aprendeu Git semana passada e tá dando seus primeiros passos com programação. E por que não alguém que sequer é programador?

Seguem abaixo formas de você contribuir com o Open Source e também com a comunidade ao redor:

Você gosta de design?

  • Crie sites para projetos open source! Deixe eles sexy! Muitos programadores não tem habilidade nenhuma com cores e formas e por mais que seus projetos sejam incríveis, as vezes ficam no limbo por não terem nada que crie atração ao primeiro momento.
  • Ajude a melhorar a usabilidade e/ou acessibilidade de algum projeto já existente.
  • Teste, futuque, procure por bugs e os reporte! Isso é extremamente importante para nós.

Você gosta de planejar eventos?

Ué? Pensei que estávamos falando de código.

Como eu disse mais acima, open source não é somente código, hoje isso pode ser extrapolado e por que não considerar eventos como parte? Aliás, eles são importantes para fortalecer a comunidade, criar laços, compartilhar conhecimento e muitas coisas mais! E como ajudar nisso?

  • Ajude a organizar eventos e/ou meetups na sua cidade.
  • Ajude as pessoas a encontrarem eventos bons e interessantes para elas.

Você gosta de escrever?

  • Ajude na documentação de um projeto (isso é muito importante).
  • Escreva tutoriais sobre o projeto.
  • Faça traduções de documentações.

Você gosta de organização?

  • Mostre issues duplicadas, crie novas labels para issues, organize.
  • Vá atrás de issues antigas e veja se elas ainda fazem sentido, senão peça para fechá-las.
  • Crie discussões dentro dos projetos para que faça ele ir para frente.

Você gosta de codar?

  • Busque por issues para contribuir
  • Pergunte se pode ajudar na criação de algo para o projeto
  • Automatize o processo de instalação do projeto
  • Melhore os testes ou ferramentas

Você gosta de ajudar pessoas?

  • Responda perguntas sobre o projeto no Stack Overflow, Reddit, Quora, etc.
  • Responda as pessoas em issues abertas
  • Ajude a moderar quadros de discussão ou canais de conversação (Slack, Gitter)
  • Participe do FrontendBr e do BackendBr, ajude pessoas de todo o Brasil <3

Você pode simplesmente ajudar em outras coisas que não sejam código!

  • Você pode ajudar em listas ou até criando listas de links úteis para algum estudo. Aqui tem uma lista imensa com várias listas que você pode começar a ajudar hoje mesmo. Eu tenho um carinho muito grande por esse tipo de coisa e inclusive tenho 2 listas, uma sobre SVG e outra sobre Audio Visualização.
  • Existe também um projeto da h5bp sobre Perguntas comuns em Entrevistas

E fique calmo, ainda vou falar como encontrar coisas para contribuir, isso acima foi só uma prévia xD

Orientando-se para um novo projeto

Quando você está "iniciando" em algum projeto, é comum que os mantenedores do projeto não vejam com bons olhos se você já chegar reclamando e/ou apontando falhas sem lhes dar nenhuma solução ou até uma "apresentação". Então, antes que você pule no projeto as cegas, faça o seu dever de casa, leia sobre o projeto, veja as issues já reportadas e pull requests mergeados e negados.

Anatomia básica de um projeto open source

Todo projeto open source é diferente, mas existem algumas coisas que ao passar dos tempos passaram a ganhar nomenclaturas e padrões. Tendo isso em mente, nós temos alguns papeís dentro do projeto:

  • Author: a pessoa/organização que criou o projeto.
  • Owner: pessoa que tem os direitos administrativos do repositório (nem sempre é o autor)
  • Mantenedores: os responsáveis por guiar a visão e organização do projeto. (podem ser ou não os autores do projeto)
  • Contribuintes: todo mundo que já contribuiu em alguma coisa no projeto.
  • Membros da comunidade: pessoas que usam o projeto e que podem ser ativos em grupos de discussão.

Temos também a documentação, que tem seguido o seguinte padrão:

  • LICENSE: por definição, todo projeto open source precisa ter uma licença. Se ele não possui uma licença, ele não é open source. E essa licença que vai guiar as permissões diante daquele projeto.
  • README: é a documentação de "boas-vindas" do projeto, onde, em geral, explica um pouco sobre o projeto e como começar com ele.
  • CONTRIBUTING: enquanto o README ajuda as pessoas a usarem o projeto, o contributing ajuda as pessoas a contribuirem com o projeto. Ele explica o processo para contribuição e outros detalhes caso necessário. Enquanto nem todo projeto possui um arquivo de contributing, os projetos que o possuem já sinalizam que contribuições são bem vindas e aceitas.
  • CODEOFCONDUCT: o código de conduta serve para definir regras para o comportamento de todos os participantes, de forma a facilitar um ambiente amigável e acolhedor.

E por último, nós temos as ferramentas que servem para organizar as dicussões:

  • Issue tracker: onde as pessoas discutem sobre bugs, dúvidas e/ou melhorias a serem feitas no projeto.
  • Pull Requests: onde as pessoas discutem e revisam as mudanças que estão sendo feitas dentro do projeto.
  • Fóruns de discussão / Chats: alguns projetos maiores tem chats como Slack/Gitter para que as discussões mais comuns possam ser feitas lá, como dúvidas de como usar o projeto ou erros na instalação.

Encontrando um projeto para contribuir

Outra dúvida gigante é essa, tá legal, já sei o que é, já sei como funciona, como acho algo legal para contribuir? Antes de achar que você só pode contribuir naqueles projetos que você já usa ou conhece, lembre-se que o mundo open source é enorme e muita coisa legal você nunca nem viu e nem ouviu falar, mas pode contribuir!

Existem algumas formas bem legais de achar projetos para ajudar, que são:

Buscas diretas no Github

O Github possui algumas labels muito conhecidas e úteis que a galera usa, exatamente para buscar ajuda, alguns exemplos:

Ferramentas para buscar projetos

  • Up For Grabs - uma lista de projetos com issues para iniciantes.
  • Issuehub.io - uma ferramenta para buscar issues no Github por label e linguagem.
  • Code Triage - outra ferramenta muito boa para procurar repositórios por issues e linguagem.
  • First Timers Only - uma lista de bugs para pessoas que nunca contribuiram antes.
  • YourFirstPR - um twitter que reporta issues que podem ser resolvidos por iniciantes.
  • Github Explore - uma ferramenta dentro do próprio Github para lhe apresentar projetos novos e que podem ser interessantes.

Uma checklist para antes de contribuir

Quando você estiver procurando por um projeto para contribuir, também é importante notar alguns aspectos, caso contrário, talvez seu trabalho nunca seja respondido ou receba uma resposta não tão calorosa. Aqui uma listinha:

  • O projeto possui uma licença? Ela é de acordo com o que você apoia?
  • Quando foi o último commit do projeto? Faz muito tempo?
  • Com que frequência esses commits são feitos?
  • O projeto tem muitas issues abertas sem resposta?
  • Os mantenedores respondem rapidamente as issues?
  • Existem discussões nas issues?
  • Tem alguma issue recente?
  • Existem issues fechadas para o projeto?
  • Verifique as mesmas coisas para os Pull Requests
  • Quando respondidas, essas issues/PR são tratadas de forma amigável?
  • As pessoas recebem reviews em suas contribuições?
  • Os mantenedores agradecem as pessoas por suas contribuições?

Como submeter uma contribuição?

Tão importante quanto contribuir, é a forma com que você comunica/contribui. Para que sua contribuição seja levada a sério, siga alguns passos como:

Comunique efetivamente

A comunicação é, em muitas vezes, até mais importante que a sua contribuição. E é importante lembrar que estamos trabalhando com pessoas e não robôs, então tente ser claro e direto. Lembrando que "direto" não significa ser rude!

Antes de abrir uma issue ou um Pull Request, tenha alguns pontos em mente.

Dê contexto. Ajude os outros a entenderem rapidamente. Se você estiver com um erro, explique o que você está fazendo e como reproduzí-lo. Se você está sugerindo uma nova ideia, explique por que você acha que seria útil para o projeto (não apenas para você!).

  • Bom: "X não acontece quando eu faço Y"
  • Ruim: "X está quebrado! Por favor corrija!"

Faça seu dever de casa antes

É OK não saber todas as coisas, mas mostre que você pelo menos tentou. Antes de pedir por ajuda, esteja ciente de ter checado no README, documentação, issues (abertas e fechadas) e procure na internet pela resposta. As pessoas vão apreciar que você ao menos demonstrou estar tentando.

  • Bom: Eu não sei como implementar X. Eu chequei na documentação e não achei nenhuma menção, existe outro lugar?
  • Ruim: Como eu faço X?

Faça seus pedidos de forma curta e direta

Assim como um email, toda contribuição, não importa quão simples ou útil, ela vai precisar ser lida por alguém. E a maioria dos projetos tem mais pedidos do que pessoas disponíveis para ajudar. Então seja conciso:

  • Bom: Eu gostaria de escrever um tutorial sobre a API.
  • Ruim: Eu estava dirigindo na auto-estrada outro dia e então parei num posto de gasolina e tive uma grande ideia de algo que poderíamos fazer, mas antes de eu explicar o quê, deixe me mostrar...

Mantenha toda comunicação pública

As vezes é tentador, mas não saia tentando falar diretamente com os mantenedores de forma privada (Facebook, Direct Messages, Email). Quando você fala publicamente, mais pessoas podem aprender e se beneficiar dessa conversa.

  • Bom: (as a comment on Github) "Olá @mantenedor! Como eu devo proceder com esse PR?"
  • Ruim: (como um email) "Olá, desculpe te incomodar, mas teria como dar uma olhadinha no meu PR?"

É ok fazer perguntas (mas seja paciente!)

Todo mundo precisa de um tempo para pensar sobre a pergunta, as vezes nem mesmo o mantenedor sabe a resposta e vai precisar pesquisar. Ao invés de continuar perguntando e perguntando, tente e estude junto, se tiver alguma informação interessante, passe adiante.

  • Bom: Obrigado por olhar esse erro. Eu segui suas instruções e esse aqui é o resultado.
  • Ruim: Por que você não corrige meu problema? Você não é o dono do projeto?

Respeite as decisões do projeto

Sim, isso deveria ser básico, mas muita gente esquece... Já vi milhares de pessoas xingando porque o React Router fez isso, por que o Angular mudou completamente, bando de ****. Lembrem-se, por trás de todo projeto, existem pessoas assim como você. Você pode dar seu feedback, mas nunca seja agressivo.

  • Bom: Eu estou triste que você não tem como me ajudar no meu problema. Mas como você explicou, é um caso muito raro e eu entendo o porquê. Obrigado por me ouvir.
  • Ruim: Vocês destruiram o projeto inteiro, vou usar Y.

Abrindo uma Issue

Você deve abrir uma issue nas seguintes situações:

  • Reportar um erro que você não pode resolver
  • Propor uma nova feature ou outra ideia de projeto

Dicas para se comunicar nas issues:

  • Se você viu uma issue que você quer fazer, comente na issue, faça com que a pessoa saiba que você está de olho nisso. Dessa forma vai evitar trabalho duplicado.
  • Se uma issue foi aberta há muito tempo, é possível que ela já tenha sido até solucionada por alguém, então pergunte para confirmar antes que comece a trabalhar.
  • Se você abriu uma issue e depois descobriu a resposta sozinho, comente na issue para que as pessoas saibam, de preferência responda sua própria pergunta e então feche a issue.

Abrindo um Pull Request

Você deve abrir um Pull Request nas seguintes situações:

  • Submeter pequenas correções (um erro de digitação, um link quebrado ou um erro bem óbvio)
  • Começar a trabalhar numa contribuição que já foi pedida e você discutiu antes em alguma issue

Um Pull Request não precisa representar um trabalho finalizado. É inclusive melhor abrir um PR cedo, assim outros podem olhar e dar feedbacks durante o progresso. Só não esqueça de marcar como WIP (Work in Progress).

Se o projeto estiver no Github, aqui algumas dicas úteis de como criar o PR:

  • Faça um fork do repositório e o clone localmente. Conecte seu local com o repositório original (upstream) o adicionando como remoto. E frequentemente pegue as mudanças do "upstream", assim você garante estar sempre atualizado com o projeto original. Saiba mais como manter o seu repositório atualizado com esse post do Daciuk.
  • Crie um branch para o seu trabalho.
  • Referencie qualquer issue relevante ou qualquer documentação necessária no seu PR.
  • Inclua screenshots de antes e depois caso suas mudanças afetem algo visual do projeto.
  • Teste suas mudanças! Rode os testes do projeto se existirem, se não existirem pense em criar. E tendo testes ou não, se assegure que tudo está funcionando através de testes manuais.

O que acontece depois?

Depois que você submete sua contribuição, algumas coisas podem acontecer, que são:

Você não recebe uma resposta

Felizmente você fez a listinha antes de contribuir para o projeto e viu que o projeto tinha sinais de atividade. Mas, as vezes, mesmo em projetos ativos, é possível você não receber nenhuma resposta.

Se você não recebeu nenhuma resposta mesmo depois de uma semana, é aceitável que dentro desse mesmo PR, você faça uma pergunta por alguém para revisar, lembrando de seguir as normas já faladas acima.

Se mesmo depois de pedir, ninguém responder, é possível que você nem receba mais respostas. Isso é bastante chato, mas não deixe que isso desencorage você. Acontece com todo mundo. Existem vários motivos para que você não tenha recebido uma resposta, e bom, eles estão fora do seu alcance. A dica é, tente procurar outro projeto ou forma de contribuir.

Respondem e pedem mudanças

É comum que você receba alguns pedidos de mudança, seja pelo código não ser feito da forma que gostariam ou algo que não esteja de acordo com o projeto/escopo.

Quando alguém pedir por mudanças, responda. Eles tomaram seus tempos para revisar sua contribuição. Abrir um PR e simplesmente sumir não é algo legal. Se você não souber como fazer as mudanças, pesquise sobre, tente resolver e se não conseguir, peça por ajuda se precisar.

Se você não tem mais tempo para trabalhar no problema mais (por exemplo, a discussão está acontecendo durante meses e agora as circunstâncias mudaram), faça com que o mantenedor saiba, assim outra pessoa pode ajudar.

Sua contribuição não foi aceita

Sua contribuição pode ou não ser aceita, isso vai depender muito dos mantenedores do projeto e o que eles acham que pode ser bom ou não para o projeto. E não se preocupe, isso acontece também. Você pode perguntar educadamente as razões para não ser aceito, porém, de forma alguma discuta ou seja hostil. Lembre-se, somos todos humanos e precisamos de educação.

Sua contribuição foi aceita

Yeyyyy! Uma sensação incrível né? Corre já para contribuir em outra coisa! o/

Mais alguns artigos que podem lhe ajudar

Wow! Eu sei, tem muita coisa para ser lida aqui, mas nunca é demais para ler mais coisas né? Seguem agora alguns links que podem ser interessantes para você:

Conclusão

É isso aí galera, espero que esse guia ajude um pouco vocês e que saiam várias grandes contribuições daqui! A nossa área é uma das mais legais no mundo, nós podemos ajudar e ser ajudados por pessoas que nunca vimos no mundo real, isso num é incrível?! Eu deixo aqui em separado de novo, o Fórum do FrontendBr, que é todo feito dentro do Github, ou seja, cada pergunta que você faz ou que ajuda a responder, você já está contribuindo diretamente para o Open Source!

E se você nunca usou o Git ou Github na vida, fica aqui o link do meu curso Git e Github para Iniciantes que é completamente gratuito e já vai te ajudar a iniciar nesse mundo! E se você já sabe Git, mas quer melhorar ainda mais (ou se quiser agradecer pelo guia), tem também meu curso Git e Github na Vida Real. E se você quiser colaborar com correções nesse guia (deve ter um monte de erro de português/digitação), é só ir no repositório do blog, que é todo em Markdown e você pode colaborar hoje e agora!

Bình Luận